Por que é importante seu escritório estar na internet

Por Camilla Zanella (*)

Para os escritórios de advocacia, a presença na web se tornou uma parte fundamental do sucesso. Mas por que a presença na rede é tão importante?

No último dia 18, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) discutiu sobre o novo provimento para modificar as regras de publicidade e propaganda jurídicas, especialmente no que diz respeito ao uso de redes sociais, impulsionamento de postagens e outras formas de anúncios como os que podem ser feitos diretamente nas páginas de busca do Google e a utilização dos chamados “chatbot“.

A internet, atualmente, é nossa principal fonte de pesquisa e inovou a maneira como os escritórios se comunicam.

Seus clientes e prospects estão online, acredite. Pense na última vez em que você precisou saber algo, qualquer coisa — é provável que você tenha procurado na internet!

Ela mudou completamente a maneira como vivemos e buscamos informações. Durante a pandemia, a busca por serviços profissionais aumentou 74%, de acordo com pesquisa realizada pela Getninjas.

Com bilhões de pessoas online, a internet revolucionou a forma como encontramos e compartilhamos informações. O mundo online está se movendo em um ritmo rápido e não mostra nenhum sinal de desaceleração.

Segundo pesquisa Global Digital Overview 2020, feita pelo site “We Are Social” em parceria com a ferramenta Hootsuite, mais de 4,5 bilhões de pessoas em todo mundo já usam a internet. No Brasil são 160 milhões de usuários que passam em média 10 horas por dia navegando pela internet.

Com um site, você pode desenvolver e fortalecer relacionamento com seu cliente, tornando mais fácil a comunicação e o engajamento, além de demonstrar credibilidade aos seus prospects.

Mas, por que um site estabelece credibilidade?

Quando não conseguimos encontrar um escritório/empresa online, isso levanta uma bandeira vermelha. Eles realmente existem? Posso confiar neles? As pessoas estão mais céticas do que nunca. Mesmo quando os consumidores não compram online, eles pesquisam e procuram online antes de comprar um produto ou serviço.

Quando você tem um bom site, ele dá tranquilidade às pessoas sobre o seu negócio. Esteja você vendendo um produto ou serviço, ou simplesmente fornecendo informações.

Um site permite liberdade para determinar a aparência do seu escritório para clientes e prospects. Os sites são flexíveis e podem crescer conforme seu escritório evolui, além de permitir que ele esteja disponível 24 horas por dia, mesmo fora do horário comercial. Pense em seu site como uma extensão de seu escritório físico.

O ambiente de negócios caminha, especialmente na advocacia, com um forte dinamismo. A presença online ajuda a estabelecer seu negócio e fortalecer sua marca.

O site deve ser o elemento central da estratégia de comunicação na internet, para onde converge a busca detalhada de informação e o contato com o escritório. Ele funciona como uma vitrine.

Voltando ao título: então, por que é importante seu escritório estar presente na internet?  Com um site você consegue ter um panorama de suas ações na internet, como:

1) Obter informações e detalhes das visitas ao seu site. Com o uso de ferramentas, é possível saber o volume, o perfil e o comportamento dos visitantes, o que transforma intuições em fatos sobre o que eles realmente fazem ao acessar sua página. Confira algumas:

a) O número de acessos e suas origens;
b) Tipo de equipamento usado: desktop, tablet ou celular;
c) Termos de pesquisa utilizados para chegar ao site;
d) Página preferidas de visitação;
e) Tempo de permanência da visita.

2) Interpretar essas informações para buscar tornar o site mais atrativo e identificar possíveis motivos que expliquem por que temas que destacou passaram despercebidos, de forma a orientar ajustes e melhorias — que devem ser constantes.

Se ao menos 10% dos acessos mensais no site não estabeleceram conexão, comentário ou contato que permitissem dar continuidade no relacionamento, algo na comunicação não atendeu à expectativa do público.

3) Agir para ajustar e aprimorar o site.

Tendo interpretado as informações, estamos prontos para melhor decidir o que melhorar, de maneira que o site cumpra seu papel: ser o canal de contato do visitante com o escritório. Ali deve estar, ao alcance fácil do visitante, a ação de se conectar com o escritório por WhatsApp, e-mail ou telefone.

Quando isso ocorre, o marketing digital cumpriu seu papel. A partir desse ponto, o sócio assume a relação de maneira pessoal.

Ressalto que uma ação importante é fazer com que o site tenha a “cara” do cliente. Isso é mais importante do que ter a “cara” dos sócios do escritório.

Deixar o site com “cara de abandonado” associa a imagem de desorganização e desatualização do escritório — gerando desconfiança na capacidade de entregar um serviço jurídico de qualidade. Exemplos comuns são referências de equipe desatualizadas, últimas notícias com mais de três meses de publicação e desatualização de plugins.

O novo provimento traz a importante contribuição da Ordem para a classe, garantindo maior flexibilidade à categoria, mantendo as balizas éticas da profissão.

Portanto, em vez de perguntar por que seu escritório precisa de um site, pergunte: por que não?

(*) Camilla Zanella é graduada em Gestão de Sistemas Administrativos e Tratamento de Informações, desenvolvedora de sites, gerenciadora de mídias sociais e sócia do escritório Silvio Barreto Consultoria.

Fonte: Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2021, 12h03