A Controladoria Jurídica Como Ferramenta de Resultado

Artigo da advogada Natalia Gil, do escritório Agrifoglio Vianna

Atualmente, muito se discute a respeito da Controladoria Jurídica, que é uma das principais ferramentas da gestão jurídica nos escritórios de advocacia e nos departamentos jurídicos. Poucos sabem, contudo, sobre a sua origem e a sua real importância no dia a dia das empresas.

O conceito de Controladoria surgiu nos Estados Unidos, no início do século XX, em virtude da necessidade das empresas de se adaptarem às inovações e exigências do mercado. Esse conceito tem origem nas ciências contábeis e envolve noções administrativas, de processos, de pessoas e de estatísticas, bem como se tornou fundamental para qualquer empresa ter controle e organização das suas operações.

Em virtude da evolução tecnológica, naturalmente, o mercado jurídico também evoluiu: os processos tornaram-se digitais; foram criados diversos softwares de gestão e as empresas passaram a demandar dos escritórios de advocacia um perfil cada vez mais profissional não só na área jurídica como também de gestão empresarial, principalmente em relação aos dados de controle de resultados. A fim de atender às necessidades dos clientes e, muitas vezes em razão da massificação de processos, não restou alternativa aos advogados, senão a adaptação frente às novas tendências de profissionalização dos setores jurídicos.

Surgia, portanto, a necessidade de uma gestão jurídica também nos escritórios de advocacia, na qual a organização e controle dos processos passou a ser um dos principais pontos de atenção das empresas.

A Controladoria Jurídica nasce, a partir dessas evoluções, como uma das principais ferramentas da gestão jurídica, que objetiva garantir agilidade, produtividade, qualidade, segurança e controle dos procedimentos, bem como facilita o trabalho da área técnica dos escritórios de advocacia e de departamentos jurídicos.

Ademais, este setor envolve a gestão de processos; de pessoas; tecnologias e de inovações para os escritórios. Trata-se, portanto, de um ramo multidisciplinar que ganhou notoriedade por gerenciar e executar as atividades jurídicas que não envolvem a parte técnica dos processos – garantindo, assim, a organização e divisão entre a gestão jurídica a área técnica de forma eficiente e produtiva.

Na Agrifoglio Vianna, a Controladoria Jurídica permite, além da fluidez do trabalho da área técnica, a criação e monitoramento de procedimentos internos; a prontidão e objetividade em relação ao atendimento ao cliente; o gerenciamento dos softwares de gestão processual; a unificação e a mensuração de dados do escritório e dos clientes; a análise de jurimetria para acompanhar as tendências dos tribunais nos processos e para avaliar as estatísticas para uma correta avaliação dos riscos e das contingências de cada demanda; o controle de desempenho e de produtividade, além de diversas atividades presentes nas rotinas dos advogados.

Há de se destacar também quanto à importância da evolução tecnológica que a Controladoria pode implementar nos escritórios utilizando-se de robotizações e automações, ou até mesmo de inteligência artificial, para eliminar o retrabalho das equipes e garantir a redução de riscos das operações.

Em relação ao atendimento das empresas, um escritório que dispõe de uma Controladoria Jurídica consegue ter maior agilidade nos procedimentos internos. Isso permite o breve encerramento das demandas e, consequentemente, a redução de valores despendidos pelos clientes com o setor jurídico. A partir da Controladoria, também é possível delinear estratégias e metas para reduzir custos e para facilitar os procedimentos dos clientes junto aos demais setores do escritório.

Pode-se dizer, portanto, que um dos principais objetivos da Controladoria Jurídica é a trazer resultados para os clientes e para o escritório: tendo controle e organização dos serviços prestados; reduzindo os custos das operações; bem como atendendo as orientações e prevendo as necessidades dos clientes, a fim de prestar o melhor atendimento possível a eles.

Fonte: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/ acessado em 19 de outubro de 2021